domingo, 1 de março de 2015

Rover Opportunity: sistema de transporte em Victoria crater?



Desde as primeiras observações de Marte ao telescópio, o planeta vermelho despertou a curiosidade de astrônomos, cientistas, filósofos e escritores que alimentam o imaginário humano com as mais variadas teorias sobre a natureza do orbe gêmeo da terra. Por volta de 1877, o astrônomo italiano Giovanni Schiaparelli imaginava o planeta como um lugar habitável e possivelmente propenso à vida. Por volta de 1954, em seu livro "As Crônicas Marcianas", o romancista Ray Bradbury descreve marte como um planeta desértico habitado por marcianos humanóides e submissos, palco de uma colonização humana pós-apocalíptica.

Há 30 anos estávamos sozinhos no universo, há 20 anos só existia água em abundância no planeta Terra, Há 10 anos planetas como a Terra eram muito raros e a vida era um fenômeno extremamente incomum no universo. Hoje todas essas teorias foram derrubadas pelas evidências científicas apresentadas. Existem bilhões de planetas como esse que habitamos na Via láctea, a água demonstrou-se extremamente comum ao universo, incluindo-se luas e planetas do sistema solar; cogita-se que a vida seja uma característica inerente ao próprio desenvolvimento do universo em toda sua extensão. E nosso irmão Marte? Bem, mudou seu status de hostil e inabitável para pretensa colônia terráquea em 2020. 

Já enviamos mais de 40 missões ao planeta com o objetivo de conhecê-lo melhor. Porém nunca tiveram a oportunidade que nossa geração tem de observar detalhes da superfície marciana com a resolução que as missões da ESA (Mars Express) e NASA (Mars Observer) nos proporcionaram nos últimos anos.

As missões enviadas à superfície perpetradas pelos veículos exploratórios: Spirit, Opportunity e Curiosity demonstraram uma natureza indócil e pouco receptiva, incapaz de abrigar a vida como a conhecemos.  O que não significa que um dia em nosso irmão gêmeo planetário a vida floresceu em todo seu esplendor, nesse caso haveria uma grande civilização se desenvolvido em Marte? Quais evidências poderiam indicar essa possibilidade?

A sonda Opportunity ao visitar a região da superfície marciana batizada de Victoria crater revelou estruturas intrigantes distribuídas com tamanha regularidade de tamanho e distância que as tornam a primeira evidência categórica de um artefato construído por uma antiga civilização marciana. As imagens abaixo, mais uma vez, revelam detalhes desconcertantes na paisagem e atestam o fato de estarmos sendo preparados para a grande revelação que aos poucos se descortina. 

Resta sabermos: estamos preparados para a verdade sobre nossa origem? Seremos descendentes de seres de outros planetas? Quais as implicações no destino da raça Humana terráquea?



A fotografia abaixo foi executada pelo jipe sonda opportunity ao circundar a região conhecida como Victoria crater, nela se pode observar estruturas regularmente espaçadas em segundo plano.
Fotografia original da NASA demonstrando as estruturas alinhadas próximas à borda da cratera Victória (NASA: 1P223527531EFF78W4P2361L5M1)

 Essa montagem foi disponibilizada na forma de um cabo anônimo e apresentada no forum do site Cydonia Institute, é possível ver mais claramente as intrigantes armações.
Cabo anônimo enviado ao site Cydonia institute, especializado na análise das anomalias em marte. (http://www.thecydoniainstitute.com/) 
 aqui uma análise do que poderiam ser as armações num passado distante, ou não...
Cabo anônimo enviado ao site Cydonia institute, especializado na análise das anomalias em marte. (http://www.thecydoniainstitute.com/) 

Cabo anônimo enviado ao site Cydonia institute, especializado na análise das anomalias em marte. (http://www.thecydoniainstitute.com/) 

Cabo anônimo enviado ao site Cydonia institute, especializado na análise das anomalias em marte. (http://www.thecydoniainstitute.com/) 
 Curiosamente essa imagem obtida a partir de um detalhe de Hebes Chasma, imensa cratera marciana com mais de 300 Km de comprimento, também apresenta estruturas regulares em sua borda.
Detalhe da Imensa cratera marciana Hebes Chasma revelando estruturas regularmente espaçadas na borda da cratera.

0 comentários:

Postar um comentário

Escreva, sinta-se à vontade para expor suas idéias.

Observador. Tecnologia do Blogger.

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More